Com temática voltada para as famílias, a peça mostra cenas e diálogos do cotidiano dos adolescentes, com foco principal no relacionamento dos jovens com seus pais. A montagem ainda aborda assuntos recorrentes nos últimos anos e que já são clássicos do Adolescer, como a relação com o excesso de informações e as novas tecnologias, as difíceis tomadas de decisões, os questionamentos sobre o sentido da vida, as mudanças corporais e a valorização dos professores.

 

Escrita, produzida e dirigida pela atriz, professora e pedagoga Vanja Ca Michel, a peça tem 14 atores em cena interpretando mais de 140 personagens e coreografias originais assinadas por Thiago Fernandes. Durante a apresentação, o público ainda pode participar do Random Play Dance, brincadeira que já ficou famosa entre crianças e adolescentes do mundo todo, com improvisações de coreografias K-Pop feitas pelo elenco e a bailarina gaúcha Maki, especializada no gênero.

 

 

Adolescer é um belo trabalho, que não se limita apenas ao fazer teatral, mas também na construção de uma postura de vida em relação a juventude, e de uma grande integração como membros de uma mesma família. Esse sim, é o verdadeiro espírito de uma grande trupe teatral.

 

Por Ricardo Schöpke - RJ

Crítico teatral

Almanaque Virtual UOL - Cultura em Movimento

Click na imagem abaixo e veja a crítica completa!